quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

A vingança é um disco vendido barato

Uma esposa britânica fez uma vingança diferente do ex-marido. Sonia Barton, 47 anos, de Derbyshire, próximo de Manchester, usou alguns discos da coleção do ex-companheiro para decorar a cozinha (foto) . E foi além. Usou discos de uma maneira que não tem como recuperar para ouvir. 



A mulher gastou mais de R$ 13 mil (em torno de £$ 2,5 mil) para reformar a cozinha e usou alguns discos e botões no piso misturando com resina para fixar os materiais. O casal ficou junto por 13 anos e o relacionamento acabou conturbado, com caso de traição por parte do homem.

LIVRO - O caso é curioso, mas não é inédito. Já há outras notícias sobre. Inclusive, na ficção. O livro "Alta fidelidade", lançado em 1995 por Nick Hornby, e adaptado para o cinema em 2000, dirigido por Stephen Frears, tem uma sequencia bem divertida para quem é colecionador de discos. 

Rob Gordon recebe telefonema de uma mulher para avaliar na casa dela uma coleção que ela quer vender. Ao chegar, ele é levado pela mulher para uma sala onde está a coleção e começa a passar disco por disco. Gordon fica incrédulo com as raridades que encontra. Vários compactos originais de época, sendo primeiros lançamentos de bandas famosas. Certo de que não teria grana para pagar pelo que vale a coleção, ele tem um momento de honestidade e ética. Diz que daria um valor "x" por alguns discos e iria embora porque a coleção é bem valiosa. 

A mulher então faz uma contra-proposta. Me dê "x" [uma mixaria] e leve todos embora. E explica. Os discos são do ex-marido que fugiu com a amiga da filha do casal e foi morar em outra cidade. Ele mandou mensagem dizendo pra ela vender a coleção de discos, pegar metade do dinheiro e enviar outra metade para ele. Então, ela decidiu vender a coleção por uma ninharia e enviar a metade conforme o ex-marido orientou. Irônica vingança. 
Curiosamente, apesar da cena ilustrar bem a rotina de colecionadores e lojistas que compram e revendem discos, a cena foi retirada do filme e consta apenas nos extras do DVD. 

TELA - "Alta fidelidade" também virou serie de TV. Primeira temporada tem dez episódios e começa a ser exibida em 14 de fevereiro na ABC, nos Estados Unidos. Dessa vez, personagem principal será uma mulher. E, claro, mais cenas divertidas de clientes afetados na loja de discos, vendedores de discos arrogantes, listas bacanas de Top 5, entre outros. Veja trailer da serie abaixo: 

terça-feira, 14 de janeiro de 2020

SP ganha nova feira de discos


A Cavi Records é a nova feira de discos de São Paulo. Primeira edição será no dia 16 de fevereiro de 2020, no domingo, entre 10h e 19h, com entrada gratuita. 
Evento acontece na Galeria dos Músicos, na rua Teodoro Sampaio, 763. Estação de metrô mais próxima é a Oscar Freire. 

Nova feira promete uma maneira diferente de lidar com expositores, organização e taxa de participação mais acessível. O que deve reunir expositores que, até então, não participavam de outros eventos na cidade. Com isso, há um atrativo a mais já que o acervo terá um mix diferente.
Grupo organizador é do pub Cavibar que fica na própria galeria, vende discos e faz eventos ocasionalmente. A organização promete uma feira de discos bacana para todos, com condições de igualdade e justa. A intenção é fazer evento mensal. 
• Confira a página da Feira Cavi Records no Facebook . 

sexta-feira, 10 de janeiro de 2020

Mercadão abre agenda com feira de discos



O Mercadão de Maringá começa a agenda de eventos em 2020 com o Clube do Vinil de Maringá (CVM). A feira de discos e bazar cultural será realizada amanhã (11) entre 10h e 18h, com entrada gratuita. Mercadão fica na avenida Prudente de Morais, 601, em frente ao estádio Willie Davids.
Entre os materiais estarão discos de vinil, CDs, toca-discos, camisetas, acessórios, bottons, artesanato, entre outros. Essa é a 44ª edição do evento que começou em 2014. O CVM está com acervo atualizado, tanto em discos usados quanto em novos de selos e fábricas brasileiras. Além de discos promocionais a partir de R$ 5. Evento tem discotecagem do DJ Edson Laars.
Também já há uma agenda om eventos em outras cidades, incluindo datas em fevereiro e março. Os bares e restaurantes do Mercadão ficam abertos até o começo da madrugada. Fotos desse post são de edição anterior em dezembro de 2019. 


quinta-feira, 9 de janeiro de 2020

O que esperar do mercado fonográfico brasileiro em 2020?


O consumo de qualquer produto está vinculado à situação econômica. No caso de discos de vinil, há um problema por ser produto supérfulo. Pessoa com problema financeiro não vai comprar coisas que não precisa. Pior é com a cotação levando o Real para baixo em relação ao Dólar, Euro e Libra. O que distancia a pessoa de discos importados. Mas, o colecionador de discos tem um perfil peculiar. Ele compra discos mesmo se não tiver grana sobrando. Passa fome, mas não fica sem o disco que deseja. 

Assim, a expectativa de quem compra e vende discos é muito positiva para 2020. Apesar da situação complicada em 2019, o ano terminou muito bem para quem trabalha com discos. Principalmente considerando que o mercado foi bem aquecido por muitos lançamentos nacionais. Seja por selos, pelas fábricas ou pelos próprios artistas. E em todos os gêneros. Há discos novos de rock, MPB, eletrônico, RAP. Acho até que a oferta é maior que a demanda... que foi muito boa durante todo o ano. 

Um aspecto do perfil atual do mercado fonográfico diferente do que era antes até a década de 1990 é a opção de formatos diferentes. Antes, grande maioria era o tradicional bolachão preto. Hoje há grande variedade de discos coloridos, pictures, pesos, holográficos, capas com designs criativos, entre outros que exigem sorte, persistência e paciência. Ou seja, colecionar discos hoje é um desafio não só financeiro. Deu um "grau" a mais no aspecto do colecionismo. 

Texto e foto: Andye Iore

quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

Disco do Liam Gallagher é campeão de vendas em 2019


O segundo disco solo de Liam Gallagher foi o que mais vendeu em 2019 no ranking de vinil. O album "Why Me? Why Not", do ex-Oasis, vendeu 30 mil cópias. 

Seguido de "When We All Fall Asleep Where Do We Go?", de Billie Eilish, e o clássico "Rumours" (de 1977), do Fleetwood Mac em terceiro. A lista do Official Charts tem 40 discos listados com vendas durante 2019. 

domingo, 29 de dezembro de 2019

Discotecagem com vinil e promo de pint no último domingo do ano



Hoje (29) a Cervejaria Araucária faz um evento especial no último domingo de 2019. Operação Seca Barril tem promoção de chopps artesanais com rótulos da premiada cervejaria maringaense a apenas R$ 10 o pint.
Tudo embalado pela festa Vinyland com os DJs Andye Iore e Adriano Haveck discotecando com discos de vinil. Nos sets terá rock alternativo, punk rock, gothic, rockabilly, electro rock, ska, surf music, entre outros.

Diversão garantida com entrada gratuita a partir das 18 horas. O bar da Cervejaria Araucária fica na praça Rocha Pombo, 248,no centro de Maringá. Apoio Clube do Vinil de Maringá. 




quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

CVM faz último evento do ano no Mercadão



No próximo sábado (14) temos a última feira de discos do ano do Clube do Vinil de Maringá (CVM). A 43ª edição da Feira do CVM será entre 10h e 19h, no Mercadão, com muitas novidades. E com discotecagem de DJ Edson Laars. 
Além do acervo renovado de discos tem estreia de novos expositores. Incluindo discos novos que saíram por selos brasileiros. Você já pode conferir no evento no Facebook . Estaremos nos fundos do Mercadão, próximos ao bar DKN´s. Vale lembrar que bares e restaurantes do Mercadão focam abertos até começo da madrugada com muitas opções. 
Seguem fotos da edição de outubro que fizemos no Mercadão, na edição de 5 anos do CVM. 








quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

Discos de 3" ficam populares em 2019


O interesse pelo formato de 3" dos discos de vinil aumentou esse ano. O apelo ganhou impulso com o Recrods Store Day (RSD) em abril e foi crescendo no decorrer do ano com mais lançamentos. 
O RSD teve títulos bacanas de rock como Johnny Cash, Beastie Boys, Bad Religion, Beck, White Stripes, Rancid, entre outros. 
E recentemente os selos lançaram títulos com trilhas sonoras infantis. Há disquinhos das animações Aladdin, A Pequena Sereia, O Rei Leão, Toy Story, entre outros. 

Já as vitrolas portáteis que tocam o formato custam entre R$ 220 e R$ 500. A nova mania é uma característica do perfil atual do colecionismo de discos de vinil, explorando várias tecnologias. Diferente de do passadio quando o tradicional bolachão preto de 100 gramas reinavam soberano. 

quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Doc sobre Depeche Mode estreia em circuito comercial


A banda Depeche Mode teve altos e baixos na carreira. Já quase acabou. Lançou discos mais pop, outros mais sombrios. Mas sempre atraiu muitos fãs de qualquer maneira. Desde roqueiros até clubbers. 

Uma mostra desse fanatismo é o documentário "Depeche Mode: Spirits in the Forest" que estreia essa semana em circuito mundial nos cinemas. 

Além do apelo da fama do grupo, outro atrativo é a direção de Anton Corbijn. Cineasta holandês que já fez videos para várias bandas. Inclusive o próprio Depeche Mode. O destaque com as bandas de rock levou o cineasta para o cinema. Dirigiu o filme "Um Homem Misterioso" em 2010, com astro George Clooney, e "O homem mais procurado" em 2014, com Philip Seymour Hoffman.

"Depeche Mode: Spirits in the Forest" tem 1h23 de duração e apresenta relatos intimistas de fãs em suas rotinas diárias alternando com a paixão pela banda. O doc passeia pela casa dos fãs de diferentes países, em seus trabalhos até mostrá-los no auge do lado emotivo de ser fã quando eles estão no show do Depeche Mode em meio a multidão num estádio. 

A ambientação é no final da tour do último disco "Spirit", lançado em 2017, quatro anos depois da banda ficar sem gravar. 

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

CVM completa 5 anos com feira de discos



O Clube do Vinil de Maringá (CVM) completa cinco anos em outubro. O grupo de colecionadores de discos da região foi formado em 2014 e está em sua 42ª edição da feira de discos. A próxima será no sábado (12 de outubro), entre 10h e 18h, no Mercadão de Maringá, com entrada gratuita.

Hoje é o evento de discos mais regular do Paraná. Nem em Curitiba há uma feira de discos frequente com a maringaense. Outro destaque é o acervo com discos usados de época e também títulos novos que são lançados hoje pelos selos e gravadoras brasileiras. Há rock, MPB, eletrônico, reggae, RAP, jazz, entre outros.


Já fizemos evento com 20 expositores e também somente com dois. Da mesma maneira o acervo tem muitos discos bacanas que não tem na maioria das feiras de discos no estado. Graças ao perfil cultural mantemos a regularidade em nossos eventos. Os expositores têm suas profissões e não precisam vender disco desesperadamente. Também não colocamos discos com defeito nos eventos, não engamos o público com discos com capas trocadas trocados ou em estado ruim. E há atendimento especializado com os expositores passando informações sobre os materiais. Assim como em nossas páginas no Facebook, Instagram e site.

GRATIDÃO - Os expositores do CVM agradecem os parceiros e quem ajudou de alguma forma nesses cinco anos. Jornal Maringá News, Jornal do Povo, Metro, O Diario, O Fato, Folha de Cianorte. Rádio UEM FM, 93,3 FM, CBN, Mundo Livre, Cadillacs, Cia FM. Sites Blog do Rigon, Zombilly, Maringa.com, Maringá Manchete. TV RPC/Globo, RIC/Record, Maringá/Band, Rede Massa/SBT. E bares, lojas e espaços culturais Crowbar, Araucária, Mestre Cervejeiro, Sumério, The Joy, Sesc, UEM, Factory Barbearia, Hurricane, Benê Tattoo, Mercadão, DKN´s, Holy Hops, Eden Beer, Sabores do Malte, Shopping Cidade Maringá, Kubitschek Bar, Casa da Vó.



Entre outros que também foram importantes em nossos eventos. Também agradecemos quem nos recebeu em outras cidades em eventos em São Paulo, Presidente Prudente, Joinville, Itajaí, Curitiba, Ponta Grossa, Londrina, Paraíso do Norte, Cianorte e Mandaguari. Vem muito mais por aí!

Informações:
• (44) 99102-2912
• @clubedovinildemaringa
http://clubedovinildemaringa.blogspot.com



quarta-feira, 9 de outubro de 2019

RSD anuncia lista para a Black Friday 2019


Já circula na internet a lista com discos de vinil para a Black Friday 2019 que será em 29 de novembro. Os discos divulgados pelo Record Store Day tem mais de 150 títulos de várias gravadoras, entre compactos, albuns, pictures e edições limitadas. 

O CVM selecionou dez títulos que estariam em nossa coleção: 
• Venom - "Manitou" (7" picture)
• Gun Club - "Sex Beat 81"
• Hank Williams - "The 1940 Recordings" (7")
• Sid Vicious - "Sid Lives!" (duplo) 
• Pearl Jam - "MTV Unplugged 1992" 
• Lou Reed - "The Raven" (triplo)
• Kings Of Leon - "Day Old Belgian Blues" 
• Dio - "Rainbow In The Dark Live" (12" picture)
• Paul McCartney - "Home Tonight/In A Hurry" (7")
• Cheap Trick - "Are You Ready Or Not? Live" - (duplo)

quinta-feira, 19 de setembro de 2019

"Yesterday" é cheio de referência pop


,,, inclusive sobre discos de vinil. O novo filme de Danny Boyle, "Yesterday", é recheado de referências de cultura pop. Apesar de ser baseado nos Beatles, há muitas cenas citando ícones pop. Seja Harry Potter na literatura, seja o filme "Tubarão" num poster na parede, entre tantas outras na música. Como o astro pop Ed Sheeran, as bandas Coldplay, Oasis, Pulp, entre outras. Uma das mais bacanas está no final do filme sobre um dos Beatles. 

Para quem curte discos de vinil, há uma cena divertida onde a personagem principal busca tirar dúvidas sobre a existência dos Beatles e vasculha sua coleção de discos. Ele passa por vários clássicos do rock. 
Vale destacar a atuação do ator britânico Himesh Patel (foto) que cantou a maior parte das músicas no filme. "Yesterday" é um filme que vale ser visto e revisto. Em Maringá está em cartaz no CineFlix. 

Texto: Andye Iore / Foto: Divulgação

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Discos dos Beatles dominam lista dos mais valiosos


A British Phonographic Industry (BPI) divulgou uma lista que já gera polêmica entre os colecionadores. Com os 50 discos mais valiosos do mercado fonográfico da história. 
O disco mais caro é EP 45 RPM do The Quarrymen, "That’ll Be The Day/In Spite Of All The Danger" (imagem), de 1958. Avaliado em 200 mil libras, sendo pouco mais de R$ 1 milhão. 
The Quarrymen é a banda que originou os Beatles. A lista tem ainda outros três discos do quarteto de Liverpool entre os dez mais caros. E, no total, sete discos dos Beatles entre os 50 primeiros mais valiosos da história. 

Curiosamente, há um disco barsileiro no ranking. É o "Peabiru", de Lula Cortes e Zé Ramalho. Avaliado em £ 4 mil (aproximadamente R$ 20 mil. Superando até discos de astros como Madonna, Led Zeppelin, Prince, U2. Pink Floyd, entre outros. É um disco psicodélico regional lançado em Recife (PE), em 1975. A tiragem teve apenas 1,3 mil unidades, das quais sobraram em torno de 300 cópias salvas numa enchente. Foi relançado em em 2005 na Europa pela Mr Bongo e esse ano pela Polysom no Brasil.

Há cinco discos de artistas contemporâneos na lista:
- Prince – The Black Album (1994) – £ 3.000 (R$ 15 mil)
- Madonna – Erotica (1992) – £ 2.500 (R$ 12,5 mil)
- The Smiths – Hand In Glove/Handsome Devil (1983) – £ 2.000 (R$ 10 mil)
- U2 – Three (1979) – £ 2.000 (R$ 10 mil)
- Nirvana – Love Buzz/Big Cheese (1987) – £ 1.750 (R$ 8,7 mil)

O BPI é uma associação da indústria fonográfica na Inglaterra. 

* Texto: Andye Iore, com informações traduzidas do BPI

quinta-feira, 5 de setembro de 2019

Ozzy lança box com material inédito


Os fãs de Ozzy Osbourne podem separar uma graninha. Seá lançado em novembro um box com 24 discos de vinil abordando toda a carreira do roqueiro. "See you on the other side" tem 173 músicas entre os sucessos, inéditas, lados B, ao vivo e sobras de estúdio. 
Entre os materiais extras terá poster, encarte, um certificado assinado por Ozzy, entre outros. Além de ser vinil 150 gramas e colorido. 

terça-feira, 3 de setembro de 2019

Família e amigos se mobilizam para ajudar mãe de colecionador



O colecionador William Baroni,o “Véio”, morreu no mês passado em São Paulo. Além de uma excelente coleção de mais de 5 mil discos de vinil, cheia de "putas raridades", ele deixou uma grande preocupação com a mãe, Izabel Torralbo Baroni, a "Dona Izabelinha", de 95 anos (foto abaixo).

Por isso, familiares e amigos se mobilizaram e realizaram o evento “Puta raridade” no último domingo (1º). O bazar cultural com discos, livros, CDs e fitas K7 aconteceu na casa de um amigo, na Lapa. "Foi uma maneira de homenagear o nosso amigo Véio, da forma que ele gostava muito: com uma festa", disse o amigo e um dos organizadores, Ivan Baldini, o "Kojak". "E também para ajudarmos a mãe dele que era uma grande preocupação que ele tinha".


O evento teve ainda show com uma banda de rockabilly, gastronomia e cerveja. E, claro, muitos colecionadores, lojistas e expositores de feiras de discos que se aglomeraram para ver o acervo. A organziação ainda não fechou a contabilidade para conferir quanto arrecadou. É certo que farão outro em breve para vender o que sobrou.

Entre as "puta raridades" tinha o Raul Seixas & Lee Jackson – “Os maiores sucesso do rock”, que estava por R$ 350; The Who - "Quadrophenia" por R$ 150; Os Mutantes - "A divina comédia" por R$ 200; entre muitos outros. Todos originais de época e em bom estado. Logo no começo do evento, quando já estava lotado, a organização anunciou que os discos tinham 50% de desconto em cima do preço de capa. Já era bom e ficou ótimo.

Véio morreu no dia 14 de junho, aos 68 anos, de problemas cardíacos. Ele já estava em tratamento, feito operações e colocado três pontes de safena. "Puta raridade" era como ele comumente se referia quando via um disco bacana ou indicava algum título para alguém que via seu acervo. A maioria dos discos tem um carimbo na parte interna da capa com seu nome e um logotipo dos Beatles.


Texto: Andye Iore
Fotos do evento: Andye Iore / Foto da Izabelinha: Divulgação