quinta-feira, 25 de junho de 2015

Maringá tem poucas opções para conserto de vitrolas

eletros03 

Quem estiver em dúvida sobre qual carreira seguir pode escolher um segmento que tem pouca concorrência em Maringá e promete boa clientela. Nenhuma das eletrônicas no centro de Maringá faz manutenção ou conserta toca-discos. O Clube do Vinil de Maringá pesquisou essa semana em 11 eletrônicas da cidade e somente três consertam os aparelhos de som, sendo elas fora da região central onde está concentrada a maioria das lojas do ramo.
Dessas, cinco lojas vendem agulhas para as vitrolas, sendo que somente duas tem estoque variado com opções para pronta entrega. Das outras três, uma só tem um modelo e outras duas fazem pedido pela internet.
Como abordamos num texto anterior (leia aqui), o aumento nas vendas dos discos de vinil trazem outros mercados junto. Como é o caso de plásticos para capas, aparelhos de som e agulhas para as vitrolas. E isso tende a crescer cada vez mais.
Confira os endereços das eletrônicas maringaenses:
• Videocolor – faz manutenção, conserta e tem aparelhos para vender. Tem algumas agulhas à venda. Avenida Paraná, 1321. Fone: (44) 3224-5900.
• Eletronica Emori – conserta aparelhos e encomenda agulhas. Avenida Colombo, 6416. Fone: (44) 3226-1819 .

• Eletrônica Suporte – Não conserta. Tem um único modelo de agulha para vender (Leson 1001S) por R$ 15. Avenida Herval, 656. Fone: (44) 3227-6313.
• GPL Eletrônica – Não conserta. Tem vários modelos de agulhas variando entre R$ 18 e R$ 80. Avenida Herval, 698. Fone: (44) 3226-4252.
• Maringá Componentes – Não conserta. Tem vários modelos de agulhas variando entre R$ 30 e R$ 150. Rua Joubert de Carvalho, 410. Fone: (44) 3031-0846.
Fotos: Andye Iore

Um comentário:

  1. Aqui em Floripa também não é fácil encontrar mão de obra especializada... Pela postagem aí o mercado parece ser bem melhor.

    ResponderExcluir